RPA: A automatização de tarefas repetitivas

maio

14

2021

RPA: A automatização de tarefas repetitivas

Automatizar sempre foi um objetivo perseguido pelo ser humano, pois é uma forma de facilitar o nosso dia a dia. Várias foram as iniciativas e as invenções com este objetivo e alguns marcos foram pontos de ruptura, como a mecanização das indústrias. Mas, sem dúvida, uma mudança revolucionária, foi o surgimento dos computadores, que dá início a era do processamento de dados que transformou a rotina das organizações. Depois, a era da internet, do mobile, da nuvem e da Robotização que estão a transformar o dia a dia das pessoas.

Estamos a presenciar a substituição do ser humano em várias tarefas, das mais nobres, com o uso de Inteligência Artificial, até as mais simples e rotineiras, onde a automação com RPA é somente uma das muitas tecnologias com este fim. Portanto, automação é o uso da tecnologia para realizar um processo com um mínimo de participação de pessoas, não necessariamente buscando simular a inteligência humana.

RPA é a sigla para Robotic Process Automation, uma tecnologia que tem como objetivo acelerar ainda mais a execução de atividades dentro de um processo. Os robôs estão presentes na execução de várias atividades na indústria, portanto, por que não trazer esse conceito para o dia a dia do escritório? Consiste em mais um passo no avanço para automatizar processos e alcançar mais produtividade.

Em resumo, RPA é um robô, em forma de software, que executa tarefas no lugar de uma pessoa.

RPA possibilita a troca de informações entre sistemas sem que exista uma interface entre os mesmos. O robô captura qualquer informação, em qualquer site ou aplicação, navegando como se fosse um usuário a executar suas atividades, com ganhos expressivos de redução de custos e aumento de produtividade.

Alguns exemplos de aplicações de RPA são:

1) Realizar atividades repetitivas em um processo que, de preferência com alto volume;

2) Utilizar sistemas na WEB ou aplicações de um ERP para alimentação dos mesmos com dados de diversas origens;

3) Integrar sistemas sem a necessidade de desenvolvimento de uma interface customizada para tal objetivo;

4) Capturar dados em diversos documentos não estruturados e transforma-los em dados estruturados.

Entre muitas outras possibilidades. Estes exemplos estão longe de esgotar o uso da tecnologia de RPA. 

Os Benefícios do Uso do RPA são inúmeros, entre eles, podem ser citados alguns:

1) Flexível, pode ser usado com diferentes ferramentas e em diferentes escalas;

2) Confiável, evita erros, reduz ricos, aumenta a governança;

3) Exige pouco código para implementar, assim reduz a carga de trabalho para a TI;

4) Aumento de produtividade, pode ser usado 24X7;

5) Otimização de tempo e custos.

Já comentamos sobre a aplicação e os benefícios, mas em quais áreas essa incrível tecnologia pode ser usada? Em praticamente todas as áreas de uma empresa, sendo em algumas o casamento é perfeito:

1) Fiscal;

2) Jurídico;

3) Financeiro e contábil;

4) MKT, Vendas, atendimento ao cliente aliado a outras tecnologias como Chatbot;

5) Logística, transporte;

6) RH e pessoal.

São inúmeras as possibilidades. Onde existir uma atividade repetitiva, a mesma pode ser automatizada com RPA, mas, não somente neste nível, o RPA pode ir muito além, mas, vamos ficar neste estágio.

Sem dúvida, o uso da ferramenta proporciona o aumento de escala de uma organização, redução de custos e otimização do uso da equipe, o que possibilita uma transformação essencial para o futuro: migrar do “Hard Work” para o “Head Work”, um passo importante para transformação para era Digital.

Artigo escrito por: Pedro Praxedes, advisor NINNA Hub.

Ninna Hub

Ninna Hub

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter

Artigos Relacionados

Quer informação e conteúdo para construir o novo?

A nossa news é pra você!

Nossas Soluções

Trilhas de Inovação Aberta

Nossa entrega mais digital de todos os tempos.
Projetada para uma experiência incrível. Uma nova dimensão para a inovação aberta, harmonizando (intra) empreendedorismo com startups.

Programas de Inovação Corporativa

Revolucionários.
A ponte entre startups e (intra) empreendedorismo.
Criar desafios, gerar ideias, colaborar e conectar-se com startups. Diferentes caminhos para criar, gerenciar e capturar a inovação.

Editorias

Quer informação e conteúdo para construir o novo?

A nossa news é pra você!